segunda-feira, 30 de agosto de 2010

 Felicidade. Estado de plenitude. Ou não. Felicidade? Não sei a sua forma sei apenas que é bonita pelo que é e pelo tempo que ela nos toma. Solidão. Uma pessoa solitária não entende mais como antes tal significado do que é ser feliz. Uma só pessoa. Em algum lugar. Fria e amarga. Me senti completamente só durante anos e foi nisso, a beira desse poço de tristeza sem fim que me encontrei. Guardei mágoas durante toda a minha vida em pequenos e incômodos lugares do coração, talvez seja por isso que dói tanto. Nunca os procuro, mas simplesmente os encontro. Cada dia que passa tento ver com outros olhos. Olhos secos, olhos dolorosos, olhos alegres, mas no final são só aqueles olhos, os mesmos olhos de sempre.

3 comentários:

Crys Miranda disse...

Que texto lindo *-*

Alisson disse...

Uii muito massa oq tu escreveu
texto lindo²
meus parabens Cyy xP

Um alguém... disse...

Adorei seu texto, me comoveu bastante! Lindo!

Postar um comentário